Cachaça Senta a Púa Extra Premium 750ml - Cachaçaria Nacional

De: R$ 299,00Por: R$ 255,00ou X de

Economia de R$ 44,00

Cachaça Senta a Púa Extra Premium 750ml

Cód.:
20437_0_0_U
Fabricante:

De: R$ 299,00Por: R$ 255,00ou X de

Economia de R$ 44,00

Comprar

Outros vendedores

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Informações do produto

Prêmios

2017 - Medalha de Prata no Concurso Mundial de Bruxelas

A Cachaça

A Cachaça Senta a Púa Extra Premium 750ml é produzida através de um blend. Envelhecida por três anos em barris de amburana, madeira tipicamente brasileira, e carvalho francês, possui graduação alcoólica de 40%.

De cor amarelada e paladar inconfundível, o aroma é marcante e o sabor adocicado e frutado, associado a baunilha e ameixa. Além disso, remete ao sabor da cana-de-açúcar fresca. Ideal para pessoas de fino paladar. Acompanha uma caixa personalizada.

Segundo Austregésilo de Athayde, “Senta a Pua!” significa lançar-se sobre o inimigo com decisão, golpe de vista e vontade de aniquilá-lo. “Quem vai sentar a pua não tergiversa. Arremete de ferro em brasa e verruma o bruto”.

O “Senta a Pua!” passou a fazer parte do palavreado obrigatório do 1° Grupo de Caça. E o “Senta a Pua!” viajou. Deixou o Panamá indo para os Estados Unidos, onde o grupo “sentava a pua” nos nights clubs, no P-47. Partiu para a Itália, transformando-se no grito de guerra do grupo, simbolizado pelo avestruz guerreiro.

E o “Senta a Pua!” foi ganhando corpo, ganhando força. De repente ninguém mais dizia uma frase sem um “Senta a Pua!” como complemento. Nasceu, assim, com naturalidade, o grito de guerra dos Jambocks do 1° Grupo de Caça.

História do Alambique

Instituiu-se o 1° Grupo de Aviação de Caça em 18 de dezembro de 1943. Criada a Unidade e nomeado o seu Comandante, o então Major Nero Moura, foi aberto o voluntariado na FAB para a constituição do pessoal que iria em breve desagravar a honra da pátria nos céus da Itália.

Nero Moura recrutou 32 homens que com ele embarcaram, em 3 de janeiro de 1944, para a Escola de Tática, em Orlando, nos Estados Unidos, enquanto os outros seguiram por via aérea para Albrook Field, Panamá, onde aguardaram o Comandante e seus homens-chave.

Com a chegada de Nero Moura, todos foram para a Base Aérea de Aguadulce, equipada com aviões de caça P-40, ali iniciando o treinamento da unidade. Em 11 de maio, o grupo passou a operar de forma independente, participando do esquema da defesa do Canal do Panamá, com cerca de cem saídas em missões de interceptação.

Ao final do curso, deixaram Aguadulce em 22 de junho, por via terrestre, até Albrook, embarcando, em 27 de junho, às 12 horas, em navio de transporte americano que, após atravessar as comportas do Canal do Panamá, os levou ao porto de Nova York, onde desembarcaram em dia 4 de julho. Dali, seguiram em barcaças, subindo o rio Hudson até Camp Shank, no estado de Nova York, permanecendo 48 horas naquele local, em quarentena.

Na manhã do dia 16, um trem vagaroso e desconfortável levou-os a Suffolk, Long Island, quando, finalmente, terminaram a longa viagem. Por lá, foram apresentados ao P-47 – Thunderbolt, então moderníssimo avião de caça da USAF, que marcou época nos Teatros de Operações do Pacífico e Europa durante a Segunda Guerra Mundial.

Nesse aparelho, repetiram o mesmo treinamento anteriormente. Partiram em 10 de setembro, chegando em Patrick Henry, Virgínia, no dia seguinte. Dali, aguardaram o embarque para a Itália, que se deu em 19 de setembro, no navio UST Colombie.

Desembarcaram em Livorno, Itália, em 6 de outubro, partindo imediatamente de trem para a Base Aérea de Tarquínia, chegando no dia seguinte. Após os primeiros dias na base, na instalação da unidade em acampamento armado em barracas de lona, passaram ao controle operacional do 350th Fighter Group, operando com a denominação de 1st Brazilian Fighter Squadron, pois na organização, o efetivo do 1° Grupo de Aviação de Caça correspondia ao efetivo de um Esquadrão de Caça, na organização de Força Aérea Americana.

Há pouco instalados, já iniciaram as operações em 31 de outubro. Logo a seguir, em 21 de novembro, tiveram que se deslocar para a Base Aérea de San Giusto, na cidade de Pisa, onde ocuparam alguns dos principais prédios da cidade, inclusive o Albergo Nettuno, ali ficando até o final da guerra.

No regresso ao Brasil, o grupo deixou Pisa em caminhões, em 26 de junho de 1945, embarcando no navio General Meighs, no porto de Nápoles, em 6 de julho, atracando no cais da Praça Mauá em 18 do mesmo mês. Comandados pelo Coronel Nero Moura, uma formação de 19 Thunderbolts deslocou-se pelo ar desde Kelly Field, Texas, pousando no Campos do Afonsos, Rio de Janeiro, dois dias antes. - Síntese do livro “Senta a Pua!”. (LIMA, Rui Moreira. SENTA A PUA!, p 17, Biblioteca do Exército, 1979).

Especificações

Informações página de produto

HARMONIZACAOAmburana e Carvalho Francês
ENVELHECIMENTO3 anos
VALOR REFERENTE40%

Especificações

TEMPO3 anos
ESTADOOuro Branco - MG

Quem viu este produto, viu também